O Mundo de Quatuorian, Cristina Pezel

“Teriva, aprenda uma coisa hoje: o medo fragiliza. Enquanto estiver firme e forte, terá domínio de seu raciocínio”. 

Capa de O Mundo de Quatuorian, volume I - Cheiro de Tempestade
Capa de O Mundo de Quatuorian, volume I – Cheiro de Tempestade – Cristina Pezel.

O Mundo de Quatuorian, volume I – Cheiro de Tempestade, é o primeiro volume de uma saga de fantasia nacional (apesar de estar catalogado como literatura juvenil e ficção brasileira) da escritora carioca Cristina Pezel. Essa edição do livro foi lançado pela editora Mundo Uno, em 2017, e conta com ilustrações de Allen Michael Geneta e Hugor & Hugorky Rodriguez.

Nesse livro, acompanhamos, essencialmente, a história de três personagens principais, desde a infância até a juventude, enfrentando diversas etapas para descobrir ou aperfeiçoar dons sobrenaturais que possuem. E essa história toda é permeada por uma profecia, cujos sinais são mostrados nesses jovens, e que os mestres descobrem em um Códice dos Mestres, muito raro e antigo.

Podemos perceber algumas referências a J.R.R. Tolkien, C.S. Lewis e J.K. Rowling, mas a Cristina foi bem criativa e realmente criou um universo sólido e inédito em O Mundo de Quatuorian. Um universo bem construído, interessante, com animais gigantes e curiosos, astrologia, fauna e flora exóticos, e distinto sistema de moedas.

A passagem do tempo é marcada de forma bastante peculiar: Quatuorian é regido por quatro sóis: um sol comum representa o período de um dia, um sol-azul equivale a aproximadamente um ano, sendo a forma como as pessoas calculam suas idades. E ainda ocorre um fenômeno raro a cada 1111 sóis-azuis, que é o surgimento simultâneo dos quatro sóis juntos no céu.

Kit O Mundo de Quatuorian, volume I - Cheiro de Tempestade
Kit O Mundo de Quatuorian, volume I – Cheiro de Tempestade.

O livro já começa com uma cena de ação, uma luta entre Tugevus de Khor e Vorten Mibos. Essa luta faz parte de um ritual de Post-marana, que é uma luta realizada com animais, utilizada para resolver conflitos de interesses ou propriedades. Nesse caso, os personagens estão disputando as posses um do outro.

Enquanto esse ritual de Post-marana está acontecendo, Alia, esposa de Tugevus, está dando à luz Teriva, primeiro filho do casal.

Teriva, personagem de O Mundo de Quatuorian, volume I - Cheiro de Tempestade
Teriva de Khor, personagem de O Mundo de Quatuorian, volume I – Cheiro de Tempestade.

De volta à luta, Vorten trapaceia e usa de seus poderes para derrotar Tugevus, que morre no momento em que seu primeiro filho nasce. Mas calma que isso não é spoiler, a cena está nas primeiras páginas do livro. É a partir desse acontecimento trágico que começa todo o desenrolar da trama e que Vorten se apresenta como o grande vilão da história.

Alia e Teriva são acolhidos por Salek, um grande amigo de Tugevus, e sua esposa Wola, pois não tinham para onde ir. Vorten, vencendo o duelo, tornou-se possuidor de tudo que outrora pertencera a Tugevus, como o Castelo de Khor, onde Teriva cresceria. Por esse motivo, o menino nunca teve a chance de conhecer a antiga moradia de seu pai, fato que é bem importante para essa história.

Vinich de Gharn, personagem de O Mundo de Quatuorian, volume I - Cheiro de Tempestade
Vinich de Gharn, personagem de O Mundo de Quatuorian, volume I – Cheiro de Tempestade.

Teriva cresce ao lado de Vinich, que também é órfão, e começam juntos seus ensinamentos sobre os dons que os cidadãos de Quatuorian possuem. Em uma das etapas de aprendizado conhecem e se interessam pela mesma garota. Mas a narrativa, em momento algum, foca em um possível triângulo amoroso, ao contrário, é tudo muito bem equilibrado. O livro é divido em capítulos curtos, alguns continuam com o mesmo assunto que já estava sendo abordado, já outros dão início a um novo aspecto da história.

Julenis, personagem de O Mundo de Quatuorian, volume I - Cheiro de Tempestade
Julenis, personagem de O Mundo de Quatuorian, volume I – Cheiro de Tempestade.

É também numa dessas etapas de conhecimento dos dons e da história de Quatuorian que Teriva e Julenis ficam sabendo de uma grande profecia que os envolve, cujos sinais já vinham surgindo há algum tempo. Vinich, apesar de parecer o mais ingênuo e o menos dotado de dons entre os amigos, acaba surpreendendo a todos.

Temos aqui a conhecida jornada do herói, mas, nesse caso, ao contrário do que pode parecer de início, Teriva não é o grande e nem o único possuidor dos maiores dons de Quatuorian.

“Viajar acompanhado é sempre bom, mas viajar sozinho tem a vantagem de permitir reflexões”. Pag. 204

 

Capítulo 25, A Conversa. O Mundo de Quatuorian, volume I - Cheiro de Tempestade
Capítulo 25, A Conversa. O Mundo de Quatuorian, volume I – Cheiro de Tempestade.

Como a grande maioria dos livros de fantasia, o começo pode ser um pouco complicado. O leitor pode demorar algumas páginas para se ambientar e compreender todo esse universo, e se acostumar com os nomes, que são bem particulares. Mas, por outro lado, a autora escreveu esse livro de uma forma que facilita essa adaptação. Dividido em capítulos curtos, a história, ou pelo menos esse primeiro volume, é cheio de ação e aventura do começo ao fim, não há um grande acontecimentos que define o livro, aspecto que prende o leitor a cada página.

A história é delicada, com descrições que nos possibilitam realmente enxergar tudo aquilo que está acontecendo, e conta com ilustrações de alguns dos personagens principais. A edição possui, logo nas primeiras páginas, o mapa de Quatuorian, que é dividido em quatro terras ou províncias: Probatus, Jucundus, Caldária e a enigmática Crystallos. Já no final do livro, podemos contar com um apêndice muito útil, com guia de personagens, organização político–administrativa de Quatuorian, o significado dos termos mais utilizados, criado pela escritora para esse universo, e um quadro explicativo da moeda e seu grau de importância. Sugiro que tomem um pouquinho de cuidado ao ler o apêndice antes da história, pois eles geralmente contêm alguns spoilers, por esse motivo costumam ficar nas últimas páginas.

“Nenhum ser vivente será morto, exceto se em ataque mortal contra outra criatura ou diante de ameaça real a um ser vivo, para que ele seja protegido”. Pag. 70

A única crítica que eu faço ao livro se deve ao fato dele ser muito curto. Apesar de ser bem amarrado e a autora voltar em assuntos que foram brevemente abordados no começo da narrativa para costurar toda a história, tem alguns aspectos que tranquilamente poderiam ter sido mais aprofundados. No entanto, não podemos esquecer que o livro foi catalogado como literatura juvenil, e um calhamaço de mais de 300 páginas poderia ser facilmente descartado por jovens leitores. Considero que comprimir a história, mesmo que originalmente ela tenha sido pensada e lançada como um livro único, foi uma decisão inteligente da escritora e da editora. Outro aspecto que me incomodou um pouco na edição, mas que não influência na história do livro em si, foi o prefácio, que repete muitas vezes a mesma referência da autora sobre determinada obra de fantasia.

mapa-marcado-botom-e-chaveiro-quatuorian-e1524836336315.jpg
Mapa, marcadores de página, chaveiro e botton de O Mundo de Quatuorian, volume I – Cheiro de Tempestade.

Eu indico esse livro para todos aqueles que gostam de histórias de aventura ou que querem conhecer o gênero, de crianças a adultos. A narrativa é envolvente, com nuances de superação e com personagens reais e cativantes, que constroem uma bonita amizade enquanto o mal começa a surgir de forma discreta.

O próximo volume dessa saga, que eu não vejo a hora de ler, vai ser lançado na 25º Bienal Internacional do Livro de São Paulo, que vai acontecer agora, entre os dias 03 e 12 de agosto de 2018. Dá tempo de finalizar a leitura desse primeiro volume antes de garantir o segundo, que poderá contar com dedicatória da autora, que estará presente no lançamento.

Se você já leu esse livro, ou ficou interessado, me conta aqui nos comentários! Vamos conversar 🙂

Ficha Técnica

Título do livro: O Mundo de Quatuorian, volume 1 – Cheiro de Tempestade

Autor: Cristina Pezel

Ano: 2017

Editora: Mundo Uno

Páginas: 280

Amazon/Saraiva/Cristina Pezel

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s